Notícias

Prisão de Milton Ribeiro desmonta falácia de Bolsonaro sobre governo sem corrupção

Prisão de Milton Ribeiro desmonta falácia de Bolsonaro sobre governo sem corrupção

23/06/2022
Fonte: RBA
Compartilhar: Whatsapp

O presidente mudou o discurso. Antes, dizia que seu governo não tinha corrupção. Agora, reclama: “Se alguém faz algo de errado, pô, vai botar a culpa em mim?”

A prisão de Milton Ribeiro, nesta quarta-feira (22), desmonta definitivamente a falácia de Jair Bolsonaro de que em seu governo não existe corrupção. É o primeiro ex-ministro da gestão a ser preso, num momento em que circula nas redes e na TV um novo bordão de sua equipe de marketing, junto com seu partido, o PL. “Sem pandemia, sem corrupção e com Deus no coração. Ninguém segura esta nação”, diz o slogan. O momento não poderia ser pior. As eleições estão chegando rapidamente e o presidente continua a ver o adversário, Luiz Inácio Lula da Silva, inabalável e com chance de vencer no primeiro crescendo a cada pesquisa.

Com a prisão de Ribeiro o discurso de Bolsonaro mudou. “Eu tenho 23 ministros, tenho mais de uma centena de secretários, mais de 20 mil cargos em comissão. Se alguém faz algo de errado, pô, vai botar a culpa em mim?”, disse hoje em entrevista à rádio Itatiaia, sobre o aparentemente ex-aliado. Mas, segundo Natuza Nery e Gerson Camarotti, comentaristas da GloboNews, o ex-ministro do MEC é muito próximo da primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

Antes da prisão, o presidente Bolsonaro demonstrava mais autoconfiança, apesar da grande série de denúncias e suspeitas de corrupção em seu governo. Por exemplo, em evento internacional virtual de pouca relevância, mas promovido pelo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, em dezembro de 2021 – a Cúpula pela Democracia –, Bolsonaro garantiu que não havia corrupção em seu governo. “A luta contra a corrupção também constitui prioridade permanente, tanto é que estamos completando três anos sem uma denúncia sequer em nosso governo, ao contrário do que ocorria em anos anteriores”, disse, para o mundo inteiro ouvir.

Porém, as denúncias ou fatos que apontam para desmandos do presidente que se elegeu prometendo acabar com a corrupção já são vários.